fbpx
Select Page

Este tem sido um mês extraordinário, com várias semanas muito lucrativas.

É já um dos melhores meses do ano, com ganhos muito expressivos principalmente nos setores que tinham sido mais impactados pela Crise Pandémica.

E esta semana contribuiu para esses números expressivos!

 

Principais eventos da semana anterior:

  • Nesta semana lucrativa 5 vimos o índice S&P500 subir 2.3%, o Nasdaq subir 3%, o Russell 2000 3.9% e o Dow Jones a bater um novo recorde absoluto acima de 30.000 (Curiosidade: o Dow Jones demorou 18 anos a subir dos 10.000 pontos aos 20.000 pontos; mas menos de 4 anos para alcançar os 30.000 pontos).
  • Como já tem sido hábito nas últimas semanas, à segunda-feira anuncia-se uma novidade relativa à cura da COVID-19. Desta vez foi a Universidade de Oxford que, juntamente com a AstraZeneca, desenvolveram uma solução com 62-90% de eficácia e cuja preservação consegue ser feita no frigorífico. A Regeneron Pharmaceuticals também recebeu autorização de emergência pela Food & Drug Administration (FDA) para o uso do seu cocktail de anticorpos para a COVID-19 e a Eli Lilly recebeu autorização do Canadá para a sua solução de tratamento também baseada em anticorpos.
  • A antiga presidente da Reserva Federal Norte-Americana (FED), Janet Yellen, foi nomeada por Joe Biden para Secretária do Tesouro dos EUA. Janet Yellen foi não só a primeira mulher à frente da FED, como também será a 1ª à frente do Tesouro. Os investidores gostam muito da antiga presidente da FED por ter descido as Taxas de Juro no passado e potenciado ganhos nos mercados com as suas medidas pró-finanças, e pelos estímulos fiscais que se esperam da sua parte agora à frente do Tesouro norte-americano.
  • Do lado europeu tivemos a notícia de que o Banco Central Europeu vai manter o programa de compra de ativos para responder aos impactos da COVID-19.
  • As compras online relacionadas com a Black Friday atingiram $9 biliões de dólares, representando um aumento de 21.6% face ao ano anterior e um recorde absoluto.
  • Do lado das notícias macroeconómicas menos positivas tivemos os dados do desemprego: 778.000 novas entradas contra as 733.000 esperadas e também o índice Industrial de Gestores de Contas (PMI) da Zona Euro veio nos 45.1 pontos para novembro, o valor mais baixo em 6 meses. A justificar este dado estão sobretudo as novas restrições na Europa, que têm prejudicado a economia local.
  • Tivemos ainda o anúncio de que a administração Trump vai lançar uma lista de 89 empresas chinesas para as quais o acesso à tecnologia americana será banida. Uma empresa chinesa severamente afetada será a Commercial Aircraft Corp of China, que compete diretamente com a Boeing e com a Airbus.
  • França avisou as Grandes Empresas Tenológicas que terão de pagar as taxas devidas. O país vai aplicar taxas de 3% sobre as receitas de serviços digitais de empresas que apresentem receitas superiores a 25 milhões de euros em França e 750 milhões a nível global.
  • A Tesla não para de subir, tendo passado a marca dos 500 biliões de dólares. Agora, vale mais do que a Toyota, General Motors, Ford, Nissan e Honda combinadas. Uma bolha autêntica…que vai acabar mal…
  • A ViacomCBS vendeu a lendária editora de livros Simon & Schuster à Penguin Random House (disclaimer: tenho ações da ViacomCBS, compradas em março de 2020).
  • Houve um selloff nas criptomoedas, com a Bitcoin a descer 15% e algumas a perder mais de 20% do seu valor.
  • Resultados trimestrais de empresas internacionais: a Best Buy anunciou um lucro por ação de $2.06 e as vendas dispararam 22.6%; a Dell Technologies anunciou um crescimento nas receitas de 3% e margens operacionais ligeiramente melhores; a HP lucrou $0.62 por ação e apresentou receitas de 15.26 biliões de dólares; a Autodesk anunciou um lucro por ação de $1.04 e receitas de 952 milhões de dólares, um ligeiro aumento face ao ano anterior; .

 

 

 

Principais eventos da próxima semana:

  • Relatório de empregabilidade nos EUA para novembro, um dado muito importante para o sentimento dos consumidores e dos investidores.
  • Depois da Black Friday, são esperadas vendas recordes para a Cyber Monday (um dia dedicado a venda massiva de equipamentos eletrónicos). Os analistas esperam que as vendas aumentem mais de 20% em relação ao ano passado, podendo ultrapassar os $8 biliões e atingir novos recordes este ano.
  • Nikola: expira o período de lockup esta semana, que impossibilita os administradores de venderem as suas participações na empresa durante este período. Veremos se agora vendem as suas ações ou se as mantêm, o que transmitirá diferentes graus de confiabilidade na empresa entre os investidores.
  • Empresas internacionais a reportar resultados: Zoom Video e a MAN no dia 30; Trip.com e Salesforce no dia 1 de dezembro (que anunciou recentemente a aquisição da Slack); Snowflake, Five Below e Rolls Royce no dia 2; Slack, Kroger e Oeneo (concorrente direta da nossa Corticeira Amorim) no dia 3.

——————————————————————————–

 

Se ainda não pertences à lista exclusiva dos Investimentos Lucrativos, podes fazê-lo hoje mesmo. Basta dizeres o teu nome e email aqui em baixo e vais receber conteúdo exclusivo todas as semanas: