fbpx

Semana Lucrativa 20, um espaço onde comentamos os principais eventos que impactaram os mercados acionistas globais na semana anterior e os resultados financeiros das principais empresas cotadas em Bolsa.

 

Principais eventos da semana:

  • Semana de quedas para quase todos os índices que acompanhamos: O Russell 2000 0.37%; o S&P50033%; Dow Jones 0.47%. Do lado das subidas tivemos o Nasdaq 0.75%; o STOXX 600 0.32% o CSI-300 a subir 0.41%; e o PSI-20 que terminou a quarta semana de ganhos com uma subida de 0.92%.
  • A Inflação na Europa em abril subiu para os 1.6%, uma subida de 0.3% face a março.
  • Tivemos a informação de que a economia portuguesa caiu no primeiro trimestre 3.3%, a maior queda de entre os países europeus.
  • O desemprego em Portugal caiu em abril: inscreveram-se menos 13.6% das pessoas no Centro de Emprego.
  • Do lado das aquisições e fusões tivemos o anúncio da fusão do segmento WarnerMedia da AT&T com a Discovery. A AT&T vai fazer spinoff do segmento de media e entretenimento e combiná-lo com a Discovery a partir de uma transação conhecida como Reverse Morris Trust, que permite evitar taxas sobre ganhos com essa operação. Os acionistas da AT&T passarão a deter 71% da nova empresa, enquanto os acionistas da Discovery passarão a deter 29%. Amazon está em conversações para adquirir a MGM Holdings: preços deverão estar entre $7B e $9B.
  • Resultados trimestrais:
    • Walmart: vendas comparáveis subiram 6%. Lucros por ação de $1.69.
    • Target: vendas comparáveis subiram 22.9%. Vendas digitais subiram 50% YoY. Lucros por ação de $4.17 fora 643% acima do ano passado.
    • SONAE: volume de negócios aumentou 6.6% YoY para os 1.2B€ e o resultado líquido aumentou 12.4% para os 11B€
    • Home Depot: vendas comparáveis aumentaram 30%. Receitas sobem 32.7% para os $37.5B. O lucro líquido veio nos $4.15B (ou por ação de $3.86), um crescimento de 84.6% YoY.
    • Macy’s: vendas comparáveis aumentaram 60% YoY. Lucros por ação de $0.39.
    • Lowe’s: Vendas comparáveis subiram 25.9%. As rendas subiram 24% para os $24.4B e os lucros por ação esmagaram completamente as expectativas: $3.69 vs. 2.25 esperados. O lucro líquido subiu 76% para os $2.3B.
    • Ralph Lauren: receitas trimestrais aumentaram 1% para os $1.29B. A empresa também apresentou os resultados para o ano fiscal de 2020, onde as receitas caíram 29% para os $4.4B. Os prejuízos para o ano de 2020 vieram nos $121 milhões, o que compara negativamente com os lucros de $384 milhões obtidos um ano antes.
    • Foot Locker: vendas comparáveis aumentaram 80.3% para o trimestre, com o lucro líquido a vir nos $202 milhões, o que compara favoravelmente com os prejuízos apresentados um ano antes de $110 milhões.
    • JD.com: as receitas subiram 39% para os 203.2B RMB. Receitas por segmento: JD Retail aumentaram 35% para os 185.8B RMB; JD Logistics aumentaram 64% para os 22.4B RMB; e o segmento New Businesses viu as receitas subirem 56% YoY para os 5.2B RMB. A empresa anunciou ainda que vai lançar a Oferta Pública Inicial (IPO) do seu braço de Logística – a JD Logistics – na Bolsa de Hong Kong a 28 de maio de 2021.
    • Tencent Music Entertainment: 60.9 milhões de subscritores pagos, um crescimento de 42.6% YoY. Receitas cresceram 24% para os 7.82B RMB. Receitas com serviços de música online cresceram 34.5% para os 1.69B RMB.
    • Baidu: receitas subiram 25% YoY para os $28.13B RMB. Lucro subiu 39% para os 4.3B RMB. Receitas por segmento: Baidu Core subiram 34% para 20.5 RMB; Online Marketing subiram 27% YoY para 16.3 RMB; Non-marketing subiram 70% para 4.2B RMB.
    • NetEase: receitas de $3.1B, um crescimento de 20.2%. Lucros de $678 milhões, um aumento de 25% YoY. O segmento de educação online está a crescer a uma taxa superior a 40% trimestre após trimestre.
    • Cisco: receitas trimestrais subiram 7% YoY para os $12.8B. Receitas por segmento: Infrastructure Platforms: subida de 6%; Applications: crescimento de 5%; Security: crescimento de 13%; Other Products: quebras de 34%; Services: 8%. Lucro líquido caiu 12% para os $2.5B.
    • Novabase: volume de negócios total cresceu 5% YoY para os €. O volume de negócios do NextGen subiu 11% YoY, já o do Value Portfolio diminuiu 9% YoY. A empresa continua a apresentar valores de dinheiro em caixa substanciais nos 53.8M€, metade da sua capitalização bolsista (o que denota subavaliação das ações). Se ainda adicionarmos os equivalentes de caixa, o valor vem nos 72.68M€ (2/3 da capitalização bolsista! – e ainda dizem que não há oportunidades de investimento na Bolsa portuguesa…)
    • Applied Materials: receitas trimestrais a bater um recorde para a empresa: $5.58B, uma subida de 41% YoY. Lucros por ação nos $1.43, uma subida de 73% YoY.
    • Take-Two Interactive: receitas subiram 9% para os $3.3B. Lucro líquido disparou 46% para os $588.9 milhões.
    • BCP: lucros trimestrais aumentaram 63% para os 57.8 milhões de euros. O banco constituiu 112.8 milhões de euros para riscos associados a créditos na divisão polaca.