fbpx
Select Page

Esta é a nossa Semana Lucrativa 10 e a primeiríssima do ano!

Caso ainda não saibas o que são as Semanas Lucrativas: são um espaço onde comentamos os principais eventos que impactaram os mercados na semana anterior e aqueles eventos que poderão causar variações nos nossos portefólios de ações.

 

Principais eventos da semana anterior:

  • O STOXX 600 brilhou, tendo subido 2.91%; o PSI-20 subiu 1.39%; o S&P500 subiu 1.52%; o Nasdaq subiu 0.77%; o Russell 2000 desceu 1.87%; e o Dow Jones desceu 1.32%.
  • Para mim, a notícia mais preocupante da semana foi a de que o uso de Margem nos mercados está a aumentar. Quando negoceiam com Margem, os investidores estão a oferecer os seus ativos como colateral! Ou seja, quando a situação é negativa e o preço dos ativos desce abaixo do nosso valor estabelecido, temos de dar o nosso ativo como colateral, aumentando ainda mais a perda! Foi estabelecido um novo recorde de uso de Margem nos $722.1 biliões. Recordes no uso de Margem nos mercados normalmente resulta em períodos de grande volatilidade, como se viu durante os anos de 2000 e 2008 (dois dos piores Bear Markets de que há memória!). Parte destas margens é usada sobretudo para comprar Opções, um instrumento financeiro derivado que possuí muitos riscos para quem não saiba operar com elas.
  • Os números semanais do desemprego nos EUA vieram novamente abaixo do previsto: 787.000 novos desempregados contra 828.000 esperados, um bom indicador da recuperação económica.
  • As vendas a retalho nos EUA subiram 3% de 11 de outubro a 24 de dezembro, com recordes a ser batidos sobretudo no comércio online (e-commerce), que contabilizou 19.7% das vendas contra aproximadamente 3.4% em 2019. Lembrar que a Cyber Monday e a Black Friday bateram recordes e estão aqui contabilizadas.
  • Alguns analistas preveem que a economia chinesa supere a dos EUA em 2028. Eu cá acho que a China já superou os EUA, só que ainda não é tão visível nos indicadores mais comuns (como o PIB – Produto Interno Bruto). Não demorará a revelar-se verdade: a China será a próxima potência mundial.
  • Com a Alibaba a estar sob escrutínio por parte dos reguladores chineses, a Ant Group deve agora avançar com uma restruturação do seu negócio, criando uma Holding que a permitirá adaptar às novas regulações impostas pelo governo chinês. Uma grande jogada da administração para evitar quezílias!
  • Os acionistas da Fiat Chrysler e da Peugeut vão a votos para a fusão das duas empresas. Votam pela criação de uma nova entidade, chamada Stellantis, e que será o 4º maior produtor de automóveis do mundo, com marcas como a FIAT, Jeep, Maserati, Peugeut, Citroen, Opel, entre outras conhecidas dos consumidores.
  • Resultados trimestrais: a Weibo (social media chinesa) revelou um lucro-por-ação de 66 cêntimos.

 

 

 

Principais eventos da próxima semana:

  • Na próxima semana lucrativa teremos os relatórios de vendas automóveis da China e dos EUA, o que permitirá ver como está o sentimento dos consumidores.
  • Quanto a resultados trimestrais: teremos a Cardinal Corporation na 2ª-feira; Micron, Walgreen Boots, WD-40 e Bed, Bath & Beyond a anunciar resultados na 5ª-feira.