Select Page

Vejo muita gente a fazer asneiras quando as suas ações estão a cair 20%, 30%, 40%, 50% ou mais.

Há muita gente que está no mercado com pensamento de curto prazo. Focam-se na valorização das suas ações num curto espaço de tempo (semanas ou meses) e esquecem-se que os negócios se adaptam ao longo de anos ou décadas.

Um negócio bem estabelecido não desvaloriza ou valoriza 100% de um ano para o outro. Um negócio não vai ao charco só porque num dado ano obteve menos lucros do que no ano anterior. Os negócios são adaptáveis. E os excelentes negócios crescem ao longo de décadas.

Quem está focado no muito curto prazo comete mais erros e depois quando veem as suas ações cair 50% perguntam-se o que fazer e acabam por vender as suas posições nos piores períodos.

 

 

Vão acontecer muitos momentos na História em que as ações vão perder uma grande percentagem do seu valor. Tens de te preparar para isso! Se não estás preparado(a) para ter perdas desta ordem temporariamente, então lamento informar: não estás preparado(a) para estar no mercado acionista!

Já Charlie Munger dizia: “se não estiveres disposto a reagir com serenidade a quedas de 50% nos mercados duas ou três vezes num século, então não estás preparado(a) para ser um(a) acionista e mereces a mediocridade que vais obter”.

É preciso estar preparado para aguentar quedas de 50% ou mais nas ações. Quem não aguenta estas quedas nas ações, então deveria procurar outros investimentos que não as ações.

 

 

Por uma ação perder 50% do seu preço não quer dizer nada relativamente ao negócio subjacente. Por exemplo, a Amazon perdeu mais de 90% entre 1999 e 2001, quando a Bolha Tecnológica rebentou e entramos num Bear Market que durou quase dois anos. No entanto, a Amazon valorizou 106.602% desde a sua Oferta Pública Inicial (sim, leste bem, mais de 100.000%!!!). Isto significa que 1000€ investidor em 1997 se teriam transformado em mais de um milhão de euros (nada mau)!!!

Muitas outras ações perderam mais de 50% do seu valor num dado momento da sua história, para depois ganhar várias centenas de pontos percentuais ao longo dos anos seguintes.

 

 

Acho o comportamento humano uma coisa muito curiosa! As pessoas vão aos shoppings, veem uma peça de roupa que está a 50€ agora quando na semana passada estava a 100€ e não hesitam em comprar! No entanto, quando as pessoas compraram uma ação de uma excelente empresa a 100€ e a veem a 50€, vendem-na!

Isto não faz sentido! Se tu estudaste a empresa e percebeste que apresenta um excelente negócio e que daqui a 10, 15, 20 anos a empresa estará ainda melhor, então tu deves comprar mais ações quando elas estão mais baratas, e não vender.

 

 

Tu podes aumentar a tua participação nessa empresa. Repara: se tu tens 100€ para investir e a ação está a 100€, tu só consegues comprar uma ação. Se a ação estiver a 50€, tu consegues comprar duas ações e assim dobrares a tua participação na empresa.

Se num dado momento outros investidores estão a vender as ações e a oferecer-te uma oportunidade, tu podes aproveitar! Tu podes ser mais agressivo nestas alturas em que as ações estão em saldos.

É assim que se obtém rentabilidades mais elevadas.

 

 

Por isso, foco no longo prazo! Foco nas excelentes empresas!

As quedas irão ser recuperadas. Um excelente negócio sempre recupera e prospera no longo prazo!

 

 

Saudações lucrativas!

Frederico Santarém