fbpx

A Alphabet (Google) anunciou os resultados trimestrais para o terceiro trimestre de 2020 e nota-se que a empresa cresceu a todos os níveis.

Aliás, como alguns ingleses dizem: “it is crushing at all cilinders!”

 

1. O que é a Alphabet?

A Alphabet é a casa-mãe da Google.

É um conglomerado de empresas tecnológicas, que vão desde as ferramentas de produtividade (Google Sheets, Google Drive, etc.) até ferramentas de navegação (Google; Google Maps; YouTube; etc.), passando por diversas outras áreas importantes, como a condução autónoma (Waymo), a Internet para Todos (Loon), serviços de entragas (Wing), smartphones (Pixel) e empresas de capital e risco que investem em start-ups tecnológicas.

Apesar de ser um conglomerado tecnológico, o negócio da Alphabet é bastante simples: oferecem um conjunto de ferramentas úteis à população mundial e obtêm receitas de anunciantes que pagam para estar a anunciar nessas plataformas.

A maior fonte de receitas vem sobretudo da Google e do YouTube, onde a maioria dos anunciantes está.

Isto permite à Alphabet investir noutros negócios em crescimento e oferecer ferramentas gratuitas que depois se traduzem mais tarde em grandes lucros para a empresa.

 

Um negócio extraordinário!

 

E é isso que te quero mostrar aqui.

 

2. Resultados trimestrais e perspetivas

Analisei o negócio e os resultados trimestrais da Alphabet, oferecendo uma perspetiva para o futuro da empresa.

Creio que vais gostar, mas logo me dirás nos comentários.

 

Saudações lucrativas,

Frederico

Atualização a 22 janeiro 2020:

O projeto Loon (de distribuição de Internet para todos a partir de balões gigantes à volta da Terra) chegou ao fim!

O projeto chegou a ajudar em situações de catástrofe, como no pós-Furacão Maria em Porto Rico ou nas ajudas às populações que sofreram com as cheias no Perú, em 2017.

O projeto chegou mesmo a lançar um projeto-piloto no Quénia em 2020, mas agora vai fechar.

É pena, pois era um projeto ambicioso e dos quais eu mais gostava na Alphabet (Google).

E porque fechou? Porque a equipa da Loon considerou o projeto muito caro. Os preços eram demasiado elevados para os cidadãos comuns e a empresa não conseguia baixar os custos de produção.

Esperemos que no futuro a empresa possa recuperar este projeto ambicioso e que contribuirá para providenciar Internet para Todos (IoT)

 

——————————————————————————–

 

Se ainda não pertences à lista exclusiva dos Investimentos Lucrativos, podes fazê-lo hoje mesmo. Basta dizeres o teu nome e email aqui em baixo e vais receber conteúdo exclusivo todas as semanas: