Select Page

Recentemente a Berkshire Hathaway reportou as transações referentes ao 2º trimestre.

Apesar de que houve muitas operações, e muito mais vendas do que compras, os media focaram-se somente na compra de ações da Barrick Gold, uma empresa mineradora canadiana.

 

Pior, os media dizem que Warren Buffett apostou fortemente no ouro, para deleite dos day-traders que dizem que o preço do ouro este ano vai chegar à estratosfera. Mas será mesmo assim?

Para os media, Warren está bullish no ouro. Para os media, Warren contradisse-se, pois sempre afirmou que não investiria no ouro, pois não produzia nada. Para os media, é claro que Warren não quer perder o barco e vai apostar na subida do ouro.

 

Mas os media estão errados…

 

Para quem observa Warren há anos, percebe as verdadeiras jogadas do guru. Por outro lado, a maioria dos jornalistas que lhe fazem cobertura percebem zero sobre ações, e percebem ainda menos sobre Warren ou sobre a Berkshire Hathaway.

 

A 14 de agosto de 2020 a Berkshire reportou as tansações referentes ao 2º trimestre.

E percebeu-se que houve um desinvestimento no setor da banca (ver abaixo) e um aumento da exposição a ativos que protegem contra a inflação. Mas isto…escapou aos media!

A Berkshire reportou uma redução clara ao banco JPMorgan (-61.52%), ao banco Wells Fargo (-26.49%), à PNC Financial Services Group (-41.83%), ao Bank of New York Mellon Corp (-9.29%), M&T Bank Corp (-15.72%), e até às facilitadoras de transferência de fundos eletrónicas como a VISA (-5.44%) e a Mastercard (-7.5%).

E reportou um aumento de exposição a ativos que protegem contra a inflação, como o imobiliário e as mercadorias (ouro), e a grossistas que vendem produtos que são sempre necessários (comida). No imobiliário, expôs-se mais à STORE Capital (+31.11%). No ouro, adquiriu uma nova posição na canadiense Barrick Gold. E nos grossistas expôs-se mais à Kroger (+15.84%).

 

É claro que a Berkshire se expôs ao ouro. Mas porque é que eu digo que os media estão errados?

Apresento duas razões:

 

 

1. A nova compra (Barrick Gold) é insignificante para o portefólio da Berkshire

Claro que os media reportaram que Warren fez uma aposta enorme na subida do preço do ouro e que se contrariou a si mesmo. Eu ouvi na rádio, li nos jornais e vi na televisão as notícias referentes à compra da Barrick Gold (a 2ª maior mineradora de ouro do mundo) e todos diziam mais ou menos o mesmo: “Warren desfaz-se de ações para comprar ouro” ou “Warren aposta forte na subida do preço do ouro e está pessimista para os mercados de ações”.

Facepalm para afirmações como estas…

A Berkshire comprou 20.918.701 de ações da mineradora ao preço médio de $30, numa transação avaliada em cerca de 625 milhões de dólares.

Isto representa apenas 0.28% do portefólio da Berkshire!!!

E os media estão a dizer que Warren está a apostar forte no ouro? 0.28% do portefólio não representa absolutamente nada!

Posições relevantes no portefólio da Berkshire Hathaway são a Apple (ocupa 44% do portefólio, mas isso, ninguém fala), o Bank of America (10.85% do portefólio), a Coca-Cola (8.83% do portefólio) e a American Express (7.13% do portefólio). Tudo o resto, são posições mais pequenas (a maioria delas ocupam menos de 1% do portefólio!)

Por isso, a “aposta forte de Warren para a subida do preço do ouro” é totalmente insignificante (ou é significante em 0.28%; é como lhe quiseres chamar).

 

2. O mais provável é que sejam o Todd e o Ted a fazer as operações

Quem? Podes estar tu a perguntar…

Todd Combs e Ted Weschler são gestores de investimento na Berkshire Hathaway. Eles têm sido responsáveis por movimentações interessantes na Berkshire. Nos últimos anos, vimos a Berkshire a entrar no capital social da Amazon e da Apple, duas empresas com forte exposição à tecnologia, algo que Warren evitou a vida toda, por não a entender.

Mais, estes dois últimos semestres mostraram muito mais operações de venda e de compra do que os últimos 60 anos têm mostrado. Mais concretamente, 16 vendas no 1º trimestre e 18 vendas no 2º trimestre, contra as 4 ou 5 normais a que Warren nos habitou ao longo de uma vida. Warren não costuma estar a vender 1% das suas posições, muito menos 0.01%. No entanto, foi isso que se viu nos últimos trimestres. O mais provável, é que sejam Ted e Todd a fazer estas podas (trimming) às posições da Berkshire. Warren, pelo contrário, ou vende a totalidade de um investimento que considera errado (como o fez com as companhias aéreas, em que vendeu 100% das suas posições mesmo com elevadas perdas) ou compra agressivamente ações de uma empresa XPTO durante 3 ou 4 trimestres seguidos.

A maioria das transações nos dois últimos trimestres são, claramente, feitas por Ted e Todd.

 

 

 

3. Um bónus adicional…

Disse que ia apontar dois motivos que justificavam não ter sido Warren Buffett a investir na Barrick Gold. Mas decidi oferecer uma informação adicional.

Warren Buffett continua a dedicar muita da sua atenção à compra das ações da própria empresa. Ele sabe, melhor que ninguém, quando a Berkshire Hathaway está barata. E sabe ir ao mercado recomprar ações próprias agressivamente quando a oportunidade surge.

E foi isso que Warren fez nestre trimestre.

Comprou ações da Berkshire no valor de $5 biliões, reduzindo as ações em circulação em 1.2%. Isto é mais do dobro daquelas que comprou no 1º trimestre (quando recomprou ações no valor total de $1.7 biliões).

E porque é que eu agora digo que foi o Warren e não o Ted ou o Todd a fazer estas compras? Porque Warren conhece a sua empresa melhor que ninguém, e afirmou sempre que irá ao mercado recomprar ações próprias sempre que elas estiverem perto do seu valor contabilístico (Book Value), algo que aconteceu durante o segundo trimestre, quando as ações da classe B da Berkshire estavam a cotar a cerca de $170 e as da classe A a cerca de $260,000. Warren sabe o que está a fazer!

 

 

Conclusões

Cuidado com o que os media reportam.

Os jornalistas não são obrigados a saber sobre investimentos, muito menos sobre ações. E, na maioria das vezes, vão dizer asneiras quando falam sobre Warren Buffett (ou outros grandes gestores). É preciso ouvir/ler as notícias com atenção, para não sermos induzidos em erro.

Como pudeste verificar, nem o investimento no ouro representou uma compra considerável, nem foi efetuada (provavelmente) por Warren (vê as restantes compras/vendas para o 2º trimestre em baixo).

Cuidado com estas informações.

E claro, se precisares de ajuda para esclarecer movimentações de grandes gestores como Warren Buffett, podes sempre perguntar a mim ou a outras pessoas da área, que seguem os passos do melhor investidor do mundo há anos, e que percebem o que ele faz ou não faz melhor que os jornalistas.

 

Saudações lucrativas,

Frederico Santarém

 

 

 

Transações da Berkshire Hathaway no 2º trimestre:

EMPRESA

COMPRA(+) ou VENDA(-)

PERCENTAGEM DO PORTEFÓLIO A 30 JUNHO 2020

JPMorgan Chase

-61.52%

1.03%

Wells Fargo

-26.49%

3%

Delta Air Lines

-100%

0%

Southwest Airlines

-100%

0%

United Airlines Holdings

-100%

0%

American Airlines Group

-100%

0%

Barrick Gold

Nova compra

0.28%

Sirius XM Holdings

-62.24%

0.15%

Liberty SiriusXM Group

+40.05%

0.74%

PNC Financial Services Group

-41.83%

0.28%

Restaurants Brands International

-100%

0%

Goldman Sachs Group

-100%

0%

Bank of New York Mellon

-9.29%

1.38%

Occidental Petroleum

-100%

0%

STORE Capital

+31.11%

0.29%

Charter Communications

-3.93%

1.31%

The Kroger

+15.84%

0.37%

M&T Bank

-15.72%

0.23%

Mastercard

-7.5%

0.67%

Visa

-5.44%

0.95%

Suncor Energy

+28.45%

0.16%

US Bancorp

-0.38%

2.40%

 

—————————————————————————

 

Se ainda não te juntaste à Comunidade dos Investimentos Lucrativos, podes fazê-lo aqui em baixo.

Vou enviar-te estratégias e táticas de investimento todas as semanas para que possas investir melhor e ter mais liberdade na tua vida.